Dia 4: Até tu, Holanda?

14/06/2010

O 9, Van Persie

Classificar a atuação holandesa contra a Dinamarca como decepcionante me parece exagerado, todavia, a equipe apresentou um futebol bem abaixo das expectativas, principalmente no primeiro tempo. Sem Robben, o técnico holandês Bert van Marwijk escalou Sneijder pelo lado esquerdo, Kuyt pelo direito, Van der Vaart pelo meio e Van Persie mais a frente; com os escandinávios tendo por muitas vezes seus 10 jogadores de linha atrás do meio campo, a única maneira  da equipe de laranja chegar ao gol eram em lances individuais de seu camisa 9 e atacante do Arsenal. Van der Vaart centralizava demais o jogo e Kuyt não parecia estar numa boa jornada, uma alternativa interessante seriam as descidas do lateral Van der Wiel, mas este não foi tão utlizado. O gol ocorreu de maneira acidental, como não poderia deixar de ser, e  a Oranje foi para o intervalo com a vantagem. O treinador holandês resolveu solucionar o problema supracitado colocando mais velocidade pelo lado esquerdo, Van der Vaart deu lugar a Elia, com Sneijder jogando mais pelo meio, onde seu futebol se destaca mais. Apesar de ainda não mostrar um ludopédio tão envolvente como se esperava, a Holanda ficou mais veloz e melhorou sensivelmente; em jogada dos dois últimos citados, Kuyt pegou o rebote e pôs números finais à partida. Quanto à Dinamarca, não há muito o que falar, Agger foi muito bem na zaga, porém, o meio-campo não soube aproveitar nem os contra-ataques nem as jogadas pelo lado esquerdo holandês que se mostrou muito frágil com o veterando Van Bronckhorst. Há de se manter a fé no bom futebol holandês, afinal, são poucas as equipes que podem proporcionar neste Mundial o futebol que a Holanda já provou ter nas Eliminatórias e na última Eurocopa.

"Camarões pode ser campeã" Aham, agora conta a do Paraguai...

O diálogo abaixo resume bem o que foi Japão x Camarões:

-Erra você…

-Não, erra você…

-Ahhh, erra você vai…

-Não, você primeiro…

E os africanos erraram primeiro. O pouco de talento visto no primeiro tempo da partida provinha de Honda e Matsui; nada mais justo, portanto, que o gol saísse de seus pés. Assistência deste para finalização daquele: Japão 1 a 0. Com um meio-campo impotente e Eto’o (ele e sua boca grande passarão longe da final da Copa) não jogando nada, Camarões não conseguia dar prosseguimento às jogadas; o time apresentou uma leve melhora com a entrada do camisa 10 Emana mas mesmo assim em nenhum momento a seleção asiática foi realmente acuada.  O Japão, aliás, fez uma partida correta, apesar de muito previsível; jogando com duas linhas de quatro, a equipe nipônica rouba bola e manda para Honda, seu melhor jogador. Funcionou hoje, mas é improvável que o mesmo se repita contra adversários mais fortes como os 2 que tem pela frente.

Sobrou para Itália e Paraguai (para o que?) a díficil tarefa de salvar o dia; é possível dizer que conseguiram. Se não tivemos uma partida brilhante, pelo menos vimos um jogo bem disputado e uma Azurra jogando pra frente. Durante todo o jogo a Itália acuou os sulamericanos, porém sem finalização, assim como os franceses fizeram com os uruguaios no primeiro dia; abusando das jogadas pelas laterais os paraguaios tentavam equilibrar a partida. Erro da defesa italiana em bola levantada na área e os guaranis abriram o placar, erro do arqueiro Villar em escanteio e De Rossi igualou o marcador. Foi interessante assistir uma Itália buscando o gol, no entanto, falta criatividade ao seu meio de campo; Montolivo, substituindo Pirlo, deu mais velocidade a saída de bola e finalizou bem por 2 vezes, Marchisio, pelo contrário, foi muito mal e é capaz que saia para a volta do meia do Milan que se recupera de lesão. O esquema com 3 atacantes se mostrou interessante quando as jogadas vinham da direita com Pepe, do lado esquerdo, acontecia o inverso, já que Iaquinta foi pessimamente escalado naquela posição; Di Natale seria a opção correta, mas quando entrou no lugar de Gilardino não conseguiu mostrar muita coisa. Há de se destacar a atuação do capitão Cannavaro, que com belas interceptações, mostrou porque está na propaganda da Nike. Quanto ao Paraguai, pode-se dizer que sofre do mesmo problema que a Itália em relação à meia-cancha: Torres, Vera e Santana não conseguiram armar bem a equipe que teve Barrios e Valdez muito isolados na frente, já a zaga paraguaia, porém, mostrou-se muita segura. O time sulamericano parecia estar numa situação confortável jogando contra um rival que tinha a obrigação de ganhar, a equipe foi aguerrida mas pouco se arriscou; contra Eslováquia e Nova Zelândia, não se espera nada que não seja o protagonismo das ações do jogo pela seleção paraguaia.

Seleção do dia: Sorensen; Van der Wiel, Alcaraz, Cannavaro e Morel Rodríguez; Montolivo, Matsui, Sneijder e Honda; Elia e Van Persie.

Pitacos: De vez em quando eu me pego pensando: “será que esses programas esportivos possuem um editor que decide o que vai ou não pro ar?”. A razão disso é a repetição incessante da pergunta “quem são os favoritos para ganhar a Copa?” e a repetição não menos incessante da resposta “Brasil, Espanha e Inglaterra, mas tem que se respeitar Itália e Alemanha, além da Holanda que pode surpreender”. Do cidadão que nunca viu uma bola de futebol na vida ao jornalista que já cobriu 15 Copas, a resposta é sempre a mesma. O que te faz pensar “por que eles continuam perguntando isso, por que eles continuem respondendo aquilo e por que os editores ainda julgam interessante a genter ter que ouvir a mesma coisa?” Outro dia, no programa “Altas Horas”, o ótimo Thiago Leifert ficou frente a frente com a dita cuja e escorregou, deu a resposta esperada, e ainda por cima, achando que tava dizendo algo visionário para a plateia de jovens mentes, mandou: “Ninguém tá falando dela mas é bom ficar de olho na Holanda, pode surpreender”. Como um time que já chegou em duas finais de Copa e possui Robben, Sneijder e Van Persie pode surpreender alguém??? O mais chato vai ser ter que voltar aqui após a eliminação da Espanha para criticar os que vão dizer: “Eu sabia, eles sempre amarelam…”

Rodrigo Giordano

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: